quinta-feira, 19 de março de 2009

“Espadas São Para Matar”

No tempo do Novo Testamento espadas não eram para cavar, raspar ou desossar. Elas existiam para matar. A única razão de Pedro só ter cortado a orelha de Malcon foi que ele errou (João 18.10). Mas Herodes não errou: “Ele matou Tiago, irmão de João, a espada” (Atos 12.2).Muitos santos têm sentido a força completa da espada: “Eles foram apedrejados, cortados ao meio, mortos a espada” (Hebreus 11.37). Assim foi e assim será: “Se alguém matar a espada, a espada será morto” (Apocalipse 13.10). É pra isso que existem espadas. Assim, quando Paulo chama a palavra de Deus de “espada do Espírito”, em Efésios 6.17, ele está sendo sério – alguma coisa deve ser morta. E não são pessoas.

Nós, cristãos, não matamos pessoas para divulgar nossa fé; nós morremos para fazê-lo. A ligação na mente de Paulo é esclarecida em Romanos 8.13. Se, pelo Espírito, mortificardes as obras da carne, vivereis. A palavra de Deus é a espada do Espírito. A espada é para matar. E, pelo Espírito, nós matamos nossas obras pecaminosas. Assim, eu concluo que o modo como nós mortificamos nossos pecados é pela espada do Espírito, a palavra de Deus. Todas as tentações para pecar têm poder pela mentira. Elas são “desejos enganosos” (Efésios 4.22). Elas nos dizem que o prazer do pecado vale a pena. O golpe mortal contra essas mentiras é o poder da verdade de Deus. Daí, a espada do Espírito, a palavra de Deus, é a arma a ser usada. Como disse John Owen: “Mate o pecado, ou ele matará você”; É para isso que existem espadas, especialmente a Bíblia.

By John Piper. © Desiring God. Website: desiringGod.org
por John Piper
Tradução: Pr. Maurício Andrade

Extraído do “Blog FIEL”: http://blog.editorafiel.com.br/2009/01/09/espadas-sao-para-matar

2 comentários:

Pr. Marcos Serafim disse...

Caro Danilo Neves:
Espadas são para matar, é bem ciativo Deus lhe abençoe ,e quem olha a primeira vista entende que espadas são realmente armas para a matança mais a espada do Espirito produz vida porque ela elimina , corta o pecado. Essa é a unica espada que consegue matar o pecado e dar vida para aqueles que mortificam a sua carne.
Essa sua postagem me deu idéia para uma postagem, se postar gostaria de seu comentário.
Parabéns pelo texto.

Em Cristo Sola Gratia et Sola Fide Marcos

Danilo Neves disse...

O Piper foi certeiro com a espada neste post! Ele fundamentou bem mesmo!. Como é uma breve exposição do assunto ele não mergulhou mais ainda no sentido do vocábulo "espada". John Murray comenta bem esta palavra utilizada por Paulo em Rm 13.4, ao falar sobre o uso dela pelo Estado:

“Não seria necessário supor que o trazer a espada contempla exclusivamente o castigo da pena de morte. Ela pode ser utilizada a fim de instilar o temor daquele castigo; pode ser o instrumento para executar a punição que fica muito aquém da morte. Porém, excluir o direito da pena de morte, quando a natureza do crime a requer, seria totalmente contrário aquilo que é simbolizado e executado pela espada. Precisamos apenas recorrer ao emprego habitual do vocábulo “espada” no N.T., para estabelecermos esse referência. A espada é freqüentemente associada à morte, como um instrumento de execução (cf. Mt 26.52; Lc 21.24; At 12.27; Hb 11.34,37;Ap 13.10); excluir seu uso para tal propósito, nesta instância, seria algo tão arbitrário quanto defender um conceito que possui todas as evidências em contrário. (A espada é o insignium juris vitae et necis)”.

Devemos matar o pecado! Fica claro o uso da espada com essa finalidade sobre o pecado. A metáfora Bíblia-Espada é forte! E isso não é uma opção para o que está em Cristo Jesus e nele habita o Espírito Santo.

Um outro ponto seria: será que os pecados nas igrejas hoje, com todo o relativismo teológico e pragmatismo neo-pentecostais, estão sendo mortos? A espada tem sido as Sagradas Escrituras? Aqueles que não matam serão mortos no dia do juízo. E assim já estão em delitos e pecados (Ef 2).

Aguardo sua postagem, pr. Marcos.

Abç.

Soli Deo gloria